As escolas de educação infantil com arquitetura mais inovadora de 2017

As escolas de educação infantil com arquitetura mais inovadora de 2017

30/06/2017

Prêmio Architizer Awards celebra o melhor da arquitetura e do design mundial, incluindo projetos pensados para a educação. Nesta galeria, separamos as escolas finalistas e as vencedoras pelo júri de especialistas e também pelo voto popular.

A creche e jardim de infância KM ocupa uma área onde havia uma instituição decadente na cidade de Izumi, ao sul da província de Osaka, no Japão. O projeto venceu a categoria Institutional – Kindergartens do Architizer Awards 2017 – Crédito: HIBINOSEKKEI+Youji no Shiro

 

A construção oferece novas possibilidades de diversão às crianças, que tinham pouco espaço para fazer exercícios físicos. A instituição também ensina as tradições locais, como a atividade têxtil – Crédito: HIBINOSEKKEI+Youji no Shiro

 

Por todo o o prédio, as crianças encontram obstáculos para escalar, correr e brincar – Crédito: HIBINOSEKKEI+Youji no Shiro

 

“Youji no Shiro”, nome do escritório autor do projeto, significa “Castelo para Crianças” – Crédito: HIBINOSEKKEI+Youji no Shiro

 

Outro projeto do Japão, desta vez do escritório de arquitetura MAD, foi o vencedor da categoria Institutional – Kindergartens do Architizer Awards 2017, segundo votação do júri. A instituição fica na cidade de Okazaki – Crédito: Fuji Koji and Dan Honda/MAD

 

A Clover House foi pensada com o objetivo de fazer com que as crianças se sintam em casa. Por conta do espaço reduzido, o dono da escola de educação infantil decidiu reformar a própria casa para receber os alunos – Crédito: Fuji Koji and Dan Honda/MAD

 

A nova cobertura envolve a antiga estrutura de madeira como um tecido e possibilita trabalhar com as crianças a história da Clover House durante as aulas. A escola adota uma metodologia aberta, em que crianças são estimuladas a criar laços de amizade e confiança – Crédito: Fuji Koji and Dan Honda/MAD

 

Durante o dia, crianças e professores podem fazer refeições, estudar e interagir. À noite, a Clover House volta a funcionar como moradia do proprietário da escola Crédito: Fuji Koji and Dan Honda/MAD

 

O trabalho de ampliação da creche Alliés de Chavannes, no departamento de Mantes-la-Ville, na França, também ficou entre os finalistas. O novo espaço é todo integrado com o ambiente, com o prédio antigo funcionando como espinha dorsal – Crédito: Carlo, David Foessel, architecte

 

As salas têm cabamento em metal e ficam suspensas entre a vegetação, tudo para dar aos alunos a impressão de que eles estudam em uma casa na árvore – Crédito: Carlo, David Foessel, architecte

 

A creche é uma instituição pública e atende 147 crianças, segundo dados do governo francês – Crédito: Carlo, David Foessel, architecte

 

Os novos salões foram organizados para garantir fluidez e organização em harmonia com as partes já existes na escola – Crédito: Carlo, David Foessel, architecte

 

Em Saitama, no Japão, a creche ST busca reconectar as crianças em um país que vê taxas de natalidade diminuírem. O projeto também ficou entre os cinco melhores – Crédito: Studio BAUHAUS

 

Todos os ambientes foram pensados para que os pequenos tenham a oportunidade de interagir com a natureza e com os colegas enquanto estão brincando – Crédito: Studio BAUHAUS

 

Todo o projeto teve como princípio facilitar a contato das crianças entre si e com a natureza enquanto brincam – Crédito: Studio BAUHAUS

 

Além de aproximar as crianças, a planta também permite que professores consigam ver uns aos outros – Crédito: Studio BAUHAUS

 

A Kinderkreisel, que fica em Hamburgo, na Alemanha, foi uma das escolas finalistas. A creche também se destaca por permitir que as crianças brinquem entre as árvores – Crédito: Kraus Schoenberg Architects

 

Como boa parte das paredes é transparente, professores e coordenadores conseguem acompanhar com maior facilidade o que as crianças estão fazendo – Crédito: Kraus Schoenberg Architects

 

As salas de aula, a cozinha e os espaços auxiliares foram integradas em um mesmo espaço para estimular brincadeiras – Crédito: Kraus Schoenberg Architects

 

As salas de aula são todas feitas usando madeira e vidro – Crédito: Kraus Schoenberg Architects
 Publicado originalmente em http://porvir.org/escolas-de-educacao-infantil-arquitetura-mais-inovadora-de-2017/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *